Descarte ilegal de entulhos: Ecoponto perto de você, confira.

20 total views, 1 views today

O descarte ilegal de entulho misturado a lixo é uma prática comum em São Paulo e, em cidades grandes, na Jd.IAE, também é assim.

Publicidade – Vendo 10×42 = 420 metros quadrados, escritura em mãos – Tel: (11) 99932-8252

A prefeitura de São Paulo criou dezenas de Eco-ponto na cidade para que as pessoas possam descartar de forma legal, consciente os materiais orgânicos e inorgânicos, sempre tem um perto de você, no Capão Redondo vários, um na Cohab Adventista, avenida integrada, na parte de Baixo da Superbom e, outro na Av.Dor Salvador Rocco, 400, Parque Fernanda.

Ainda assim muita gente insiste em jogar lixo, como por exemplo: móveis, eletrônicos e entulhos nas vias, principalmente na calçada, dificultando a vida das pessoas que utilizam o local, isso está acontecendo constantemente na Av.Felipe Carrilo Puerto, Jd.IAE; na Rua Serra da Estrela, Jd.Amália e, na rua atras da Unasp, que liga o jardim Comercial com a estrada de Itapecerica, são lugares viciados e, na Av.Carlos Lacerda.

Esses lugares tem em comum a proximidade com as favelas (Comunidades), onde moradores desses lugares acabam tendo que jogar lixo e entulhos nas vias por falta de dinheiro para contratar caçamba para fazer de forma legal o material ou mesmo contratar caminhão para levar até os ecopontos, deixando o local intransitável.

Outro problema que ocorre com este tipo de descarte é o entupimento da rede de esgotos na região, sem contar por exemplo a proliferação de ratos e baratas, que acabam levando para dentro de casas todo tipo de vermes e bactérias, provocando doenças em adultos e crianças.

Políticas públicas

Os gestores políticos tem se preocupado com o problema e criado modelos de combate a este tipo de problemas, porém não tem surtido efeito, pode até ter diminuído, mas não o suficiente, como por exemplo:

  • Eco-ponto
  • Coleta seletiva
  • Coleta de entulho em datas específicas
  • Multas pesadas para quem for flagrado cometendo este tipo de infração

O melhor que a prefeitura fez até o momento foi a criação dos Eco- pontos, porém falta maior divulgação e conscientização, além de buscar colocar meios para que as pessoas possam fazer o descarte de forma legal, além de multas que inibissem esse tipo de ação, como por exemplo: Suspensão da bolsa família; suspensão por um período do auxílio aluguel, multas imposta ao imóvel do infrator, etc., talvez isso fizesse com que as pessoas pensassem mais antes de fazer.

Por Daniel Quental/Sebrajor

Siga-nos nas redes sociais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *