Em uma parte do relacionamento uma das partes ou até as duas vai trair em uma época da vida

    76 total views, 1 views today

    Pesquisas realizadas com mais de 9 mil pessoas de ambos sexos revelaram que homens e mulheres traem por igual, a diferença é que as mulheres sabem esconder melhor.

    Nem todos traem, porém por alto alto afirmação ou até mesmo por curiosidade, uma das partes ou até as duas partes vai trair.

    Porém, pesquisa realizada por uma psicóloga realizada com mais de 4.5oo casais  disse que o maior motivo da traição é por alto afirmação, quando alguém quer realmente ter certeza de que fez a escolha certa ou por curiosidade.

    Segundo Ana Maria Zampieri, psicóloga especialista em relacionamentos, mais cedo ou mais tarde, cerca de 60% dos casais passam por uma crise que culmina numa “pulada de cerca” de alguma das partes do casal, ou quem sabe, até das duas. ( Terra vida e estilo).

    Mulher precisa de uma razão, homem de uma oportunidade.

    Em conversa realizada com clientes de agência de investigação, que pediram para não se identificadas aqui, disseram que o que mais levam alguém a trair é a falta de atenção, carinho, sexo. Existe até um dito popular que a mulher precisa de uma razão para trair, já o homem apenas uma Oportunidade.

    Mulher: razão

    No caso da mulher a razão se encerra depois de uma traição por parte do companheiro, ela deixa de ser fiel porque ele não merece, então decidiu que não vai mais ser a “otária” da relação; outra coisa que faz com que a mulher trai também estar relacionada a violência verbal ou física, falta de atenção e ambiente social.

               Ambiente social: o ambiente de trabalho para a mulher serviu mais do que uma válvula de escape, novas amizades, amigas, cases de traição e aventuras das colegas e amigas de trabalho sucinta curiosidade, dai para a primeira pulada de cerca é questão de tempo, principalmente se no mesmo ambiente trabalham homens e mulheres.

    Homens: Oportunidade

    O homem não leva o caso de traição muito a sério, o típico predador, sempre a procura de uma presa, isso não quer dizer que não continua amando sua esposa, procura fazer do jeito mais rápido e fácil, não tem nada de romântico na conquista, muito embora cheio de galanteio, tudo que quer é te levar pra cama, quer fazer sexo, não amor. Quando chega em casa diz: te amo amorzinho, ainda com a cueca suja, sem contar que o cheiro da preza ainda esta impregnado no seu corpo.

    O homem começa a procurar fora quando a mulher começa a evitá-lo, as famosas dores de cabeças, aquelas que todas dizem que tem e que ninguém acredita. Então, quando o homem já não aguenta mais bater punheta, começa a caça, depois vicia, a mulher embora sabe que o marido está procurando fora, tenta de qualquer forma brigar com os seus instintos na tentativa que eles estão enganados, quando na verdade, ela sabe que enganada mesmo esta ela.

    Se acha que o(a) companheiro(a) esta te traindo, pode ser que sim, mas se procurar vai ver que quem realmente esta traindo é você, quando está faltando com sua atenção, carinho, amor e sexo.

    Você tem três caminhos a percorrer:

    1. um deles é aceitar e fingir que está tudo bem, que boi usa chifre de atrevido, que em quem fica bem mesmo é nos humanos; chifre é coisa de sua cabela.
    2. Melhorar seu relacionamento, refazendo o caminho de volta e vendo onde esta errando e, procurar dar mais atenção ao outro, carinho, amor e sexo, reconquistando a pessoa amada;
    3. Contratar um detetive particular para provar o que já sabe, custa caro e pouca gente quer pagar o preço, nesse caso sugiro que faça um curso de detetive particular  você mesmo(a), custa barato e aprenda a identificar os sinais da traição; como flagrar; rastrear; fotografar e documentar os traíras das vida.

    Por Daniel Dantas/Sebrajor.

     

     

    Siga-nos nas redes sociais

       

      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *