Major Olimpio e um grupo de motoqueiros protestam em favor de pms

    332 total views, 3 views today

    Pm de sp

    Motoqueiros em moto-carreata sairam na tarde desta quinta-feira (6) em defesa de PMs que invadiram a favela de Paraisópolis onde 9 jovens perderam a vida.

    Entre os motoqueiros estava o ex.policial militar, hoje senador Major Olimpio.

    Em entrevista o Senador disse o o ato foi organizado por um dos motoqueiros presentes em 72 horas.

    O objetivo da manifestação de apoio aos PMs ou, como disse o Major em defesa da “Instituição” polícia Militar.

    O major disse que a ação dos PMs foram justas e necessárias já que dois marginais invadiram o baile funk depois de trocar tiro com os 4 PMs da rocam que depois chamaram reforços.

    No total 38 PMs tomaram de ação a favela,  que segundo palavras do Senador provocou uma ação de manada, se referindo aos frequentadores do baile, moradores e visitantes do baile como se fossem animais, já que manada de usa para tratar de búfalos,  gado, etc.

    Na invasão dos PMs,  na madrugada de sábado do mês de novembro provocou uma correria entre os usuários em detrimento das sirenes e bombas de efeito moral onde 9 jovens correrampara vielas ficando encurralados onde por alguma razão vieram a óbito.

    O comandante geral da polícia Militar,  Cel. Salles disse aos Motoqueiros que agradece ao apoio mas que as causas das portes terão que serem apuradas e, se houver culpa os responsáveis serão punidos,  da mesma forma que o governador João Doria já havia prometido.

    Comentário do editor

    As apurações precisam serem feitas, pois as imagens mostrando os PMs batendo,  agredindo a população é uma das coisas que precisamos levar em consideração. Por fim todos sabemos que o abuso de autoridade por parte de alguns PMs é comum, pois a corporação tem apurado e punido os responsáveis,  pois em 2018 segundo dados da própria polícia mais de 2.700 investigações foram abertas para apurar denúncias em desfavor de policiais militares que abusaram de suas posições privilegiadas em todo estado.

    Por Daniel Dantas/Sebrajor

     

    Siga-nos nas redes sociais

       

      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *