Motoqueiro assalta jovem e leva celular, documentos e dinheiro no IAE

    40 total views, 1 views today

    Motqueiro volta a assaltar no jardim IAE,  Capão Redondo no final da tarde da última sexta-feira(5) por volta das 17h00, quando um moqueiro.

    Mais um assalto a mão armada aconteceu no jardim IAE,  região do Capão Redondo no final da tarde da última sexta-feira(5) por volta das 17h00, quando um motoqueiro aproveitando da falta de policiamento na região tomando de assalto um jovem, levando seu celular e, sua carteira contendo documentos pessoais, cartão de crédito e uns poucos valores em dinheiro.No final da tarde da última sexta-feira(5), um jovem aguarda a volta de sua irmã na região do jardim IAe, entre as Ruas Candal, Serra das Estrelas e Felipe Carrillo Puerto, no Capão Redondo.

    O jovem que preferiu não se identificar disse que vinha pela primeira vez visitar sua irmã que mora na comunidade do jardim Amália, também capão redondo. Que aproveitando o momento em que esperava por ela aproveitou para captar algumas imagens do local, quando foi surpreendido por um marginal de moto que anunciou o assalto.

    Testemunhas disseram que viram o jovem parado na praça utilizando o celular e fazendo algumas fotos e filmando, quando viu um um motoqueiro em uma Yamaha vermelha que observou o rapaz, indo seguindo em frente na rua serra das estrelas e, rapidamente voltando pela rua Serra das Vertentes e Candal, saindo de novo aonde estava o jovem anunciando o assalto.

    Segundo as testemunhas o motoqueiro deve ter ido fazer um reconhecimento do local, para ter certeza de que não tinha nenhuma viatura nas imediações.

    Segundo a vítima, no assalto o marginal apontou em sua direção uma arma de fogo, que por desconhecer não saberia dizer que tipo: marca e modelo era a arma.

    O prejuízo da vítima, segundo ela chegou a mais de 1, 5 reais, tendo em vista que o Celular que foi comprado recentemente a prestação havia custado R$1500 reais e que ainda estava pagando, mais 200 reais em dinheiro, além do trabalho que terá para resolver o problema dos documentos.

    As testemunhas relataram que na região assalto por motoqueiros é mais comum do que se imagina, que não hora, se eles veem alguém com celular ou objetos de valor nas mãos vão logo assaltando.

    Apesar do local ser passagem obrigatória de viaturas policiais, motos e carros, os marginais conseguem cometer o crime sem ser perseguidos pois escolhem o melhor momento para cometer seus crimes tendo em vista que é muito difícil combater o crime na região pelo baixo número de viaturas que circulam a área.

    Daniel Quental/Sebrajor/ABRÉX

    Siga-nos nas redes sociais

       

      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *