Jair Bolsonaro

Cinco jornalistas deixaram a cobertura presidencial por falta de liberdade de imprensa

Cinco jornalistas deixaram a cobertura presidencial por falta de liberdade de imprensa

23 total views, no views today

Cerimonia de posse do presidente eleito veio cheio de medos, dúvidas e censura, mostrando como será a volta dos militares ao poder, mostrando a que tudo será diferente no país.

Cinco jornalistas, sendo quatro estrangeiros e um brasileiro abandonaram a cobertura presidencial em protesto contra as rígidas medida de segurança tomada pela organização do evento.

Entre os jornalistas que pediram para deixar o local da cobertura estão jornalistas francesas, chineses e brasileiros. Segundo os jornalistas que pediram para deixar o local, muitos problemas para essa cobertura, pois falta estrutura para cobertura de água à tomadas para recarregar equipamentos.

Outro fato que fizeram que eles pediram para sair também está o fato de que não poderão circular pelo ambiente onde as autoridades vão está ou chegaram, além disso não terão liberdade para entrevistar ou fotografar autoridades.

Com a chuva que deságua sobre a capital federal, mostrando um possível prenúncio de tempos piores para a liberdade de expressão no país com a volta dos militares no poder, os jornalistas não terão acesso a lanche, água ou qualquer outro coisa do gênero, mostrando que a preocupação agora está em proteger Jair Messias Bolsonaro dos repórteres, com medo de que alguns deles pudessem atacar o presidente com alimentos, cometendo terrorismo com:”laranjas”.

Toda a imprensa recebeu um só tratamento, tendo que chegar as 7h da manhã para ser passado por uma revista minuciosa, pessoal e de bagagem, que depois seriam embarcados em um ônibus e transportados para o confinamento, tendo que trabalhar mais de 14 horas em cobertura jornalística.

Isso mostra pode apontar mudança na tratativa com a imprensa no governo militar que acabou de ser empossado, mostrando que a imprensa não terá um local de destaque no governo. Podendo sofrer liberdade de expressão, censura, confisco e boicote ao trabalho dos jornalistas de uma forma geral.

Por Daniel Dantas/Sebrajor

 

     
    Jair Bolsonaro vai lutar para redução da maioridade para menores infratores

    Jair Bolsonaro vai lutar para redução da maioridade para menores infratores

    108 total views, no views today

    Em entrevista no programa de luciana Ximenes em 2016, então como deputado federal, Jair messias Bolsonaro defendeu a redução da maioridade para menores infratores, passando de 18 para 16 anos, para eles responda como adulto.

    No Brasil menores de 18 anos não são tidos como criminosos e, sim como infratores, podendo pegar no máximo 3 anos de medidas sócio educativas.

    No ocasião em jair bolsonaro defendeu a redução da maior idade para infratores foi em razão de uma discussão entre ele e a então a Senadora Maria do Rosário (PT), havia defendido a manutenção do atual regime. Assista ao vídeo do programa na íntegra.

     

       
      PSC apoia Jair Bolsonaro PSL no segundo turno para presidente

      PSC apoia Jair Bolsonaro PSL no segundo turno para presidente

      63 total views, no views today

      Em nota no começo da tarde desta quinta-feira a Executiva Nacional do psc decidiu apoiar a candidatura de Bolsonaro no 2º turno das eleições presidênciais.

      Sem candidatura própria para presidente, o PSC tinha fechado com Álvo Dias (Podemos) para presidente, como Álvaro Dias foi eliminado no primeiro turno a Executiva do Partido decidiu por unanimidade apoiar Jair Bolsonaro (PSL) frente a disputa para o segundo turno das eleições.

      Fonte:

      Nicole Gois

      Somma Comunicações

      Por Daniel Dantas/Sebrajor